quinta-feira, 24 de abril de 2014

TĀLĀ: THE DUCHESS / SERBIA


Recém-chegada em Londres, a iraniana TĀLĀ despertou a atenção de certos críticos da música após lançar a faixa “The Duchess” em sua página no Soundcloud. A canção é um misto das referências do seu lugar com apelo atual e interessante. Mesmo com pouquíssimos vocais, consegue ser atraente e inovadora em uma cena dominada pelas batidas eletrônicas comerciais.



A artista surgiu há pouco tempo, mas prepara o lançamento do primeiro EP para breve. Intitulado The Duchess EP, o trabalho conta com uma nova produção que acompanha as batidas energéticas da faixa-título em clima noventista marcado pelo R&B, o hip-hop e a música clássica. “Serbia” é uma produção profunda, ondulada e com um pé na sensibilidade da alma. As batidas grandiosas que surgem logo no início abrem espaço para os sintetizadores eletrônicos, porém aqui a habilidade vocal da moça ganha evidência nos versos apaixonados: “você me dá algo, você me dá o que eu preciso”.

O primeiro EP da TĀLĀ tem data marcada para sair em 02 de junho e, além das faixas citadas acima, ainda conta com a inédita “On My Own In Hua Hin”.

PAWWS: SUGAR


Pawws (aka Lucy Taylor) é uma donzela de voz doce, angelical e vai fisgar o seu coração com seu novo single chamado “Sugar”. Depois de fazer uma estreia à altura com o lançamento de “Time to Say Goodbye” e “Slow Love”, chegou a hora de experimentarmos um pouco mais do seu talento em um lançamento sólido para daqui poucos meses. Para quem ainda não a conhece, ela é melhor conhecida por trabalhos em parceria com Kele Okereke e por comparações com o CHVRCHES e Grimes.

“Sugar” é um eletropop carregado de batidas sintetizadas, texturas eletrônicas e vocais modificados – que mais se parecem com alguma canção de Kylie Minogue. A artista londrina está disposta a evidenciar o seu trabalho com certa dose de sensualidade e inocência, como uma verdadeira Lolita. A composição mistura o vício e o amor como fonte de sobrevivência para a personagem, mas transparece certa dose de atitude quando executada em sua versão de estúdio.

A faixa fará parte de Sugar EP, primeiro lançamento de Pawws que tem lançamento marcado para o dia 16 de junho pela Best Fit Recordings.

MNEK: EVERY LITTLE WORLD


Com apenas 19 anos de idade, o prodígio britânico Uzoechi Osisioma Emenik, melhor conhecido como MNEK, prepara o lançamento do primeiro álbum em selo próprio para este ano. Depois de colaborar com músicas para Duke Dumont, Little Mix e Rudimental, chegou o momento em que consolidar a sua sonoridade é parte essencial de sobrevivência. Ainda mais quando estamos falando de uma das novidades mais atraentes do ano, mas que poderia ter sido celebrada há duas décadas passada.

Ainda sem título ou data de lançamento divulgado, o britânico divulga a energética “Every Little World”, faixa inspirada no eletrofunk da década de 80 e 90 com certa dose de brilhantismo da época e apelo nostálgico. Com o auxílio de vocoder eletrônico, MNEK consegue texturizar sua voz a fim de deixa-la cada vez mais comercial e pronta para a pista de dança. As batidas sintetizadas é um mero detalhe que não poderia faltar nesta receita que promete fazer ainda mais sucesso.



O artista também divulga o vídeo oficial da faixa com direito a look noventista e atmosfera dançante. Confira o trabalho neste link e acompanhe as próximas novidades de MNEK.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

LULU JAMES: BEAUTIFUL PEOPLE


Depois de alguns meses sem divulgar nada novo, a artista britânica Lulu James retorna para nos impressionar um pouco mais com o talento de sua voz. Artista revelação que merece sua atenção ao longo deste ano, ela prepara o lançamento de um novo EP que deve sair na segunda metade de 2014. Apesar de não anunciar nenhum disco completo, a cantora mantém a sonoridade testada nas faixas anteriores e impressiona ao divulgar “Beautiful People”.

Lulu James é dona de um talento magnífico, voz estonteante e estilo peculiar. Esses e outros adjetivos relacionados à talento e potência são facilmente comparados quando falamos de suas canções. Seu novo single surge para comprovar exatamente o pensamos disto – estamos falando de uma das melhores novidades que surgiu nos últimos meses. Com batidas texturizadas e sintetizadores pesados, “Beautiful People” apresenta uma simples produção que, ao adicionar sua voz, ganha peso certo que nos faz apaixonar de imediato.

Particularmente, esta é a minha canção preferida da moça e eu já estou ansioso para ouvir mais de sua voz. Se você ainda duvida do que estamos falando, aconselho fortemente ouvir e ler o que já resenhamos sobre a sua carreira.

CHROMEO: EZRA'S INTERLUDE (FEAT. EZRA KOENIG)


O novo disco do Chromeo tem data marcada para sair somente no próximo mês, mas as novidades continuam aparecendo. Desde setembro do ano passado, você tem acompanhado as diversas faixas que farão parte das doze canções inéditas de White Women. “Over Your Shoulder”, “Sexy Socialite”, “Come Alive” e “Jealous (I Ain’t With It)” foram alguns singles divulgados mesmo antes da data final ser anunciada. Talvez esta seja uma tática para evidenciar composições e produção à parte mesmo antes da data final ser revelada.

O trabalho também marca a colaboração de Toro Y Moi, Solange (Knowles), Pat Mahoney e Ezra Koenig, vocalista do Vampire Weekend. A faixa “Ezra’s Interlude”, com Ezra Koenig, acabou de ser divulgada pelo próprio duo canadense e muda a sonoridade testada nas canções anteriores. Ao invés das batidas de eletrofunk sintetizadas, a produção contempla a voz de Koenig com o auxílio de um piano, baixo, batidas acústicas e uma ligeira base eletrônica. Apesar da curta canção (de exatos 1’54’’), a novidade não deixa nada a desejar e poderia facilmente entrar para algum disco da banda de indie rock.

O disco White Women tem data marcada para sair em 12 de maio através da Atlantic Records.

Y.O.U: VOLVIC


Elliot Willians acertou nossos corações com sua paixão musical e brilhantismo na deliciosa “Heavy Crown”, single de estreia para marcar a chegada do seu projeto chamado Y.O.U (acrônimo para “Your Own Universe”). Apresentamos o britânico (de Manchester) há um mês e conseguimos, em tão pouco tempo, colocá-lo como uma das promessas mais promissoras da música neste ano. Pode soar um pouco exagerado da nossa parte, mas é certo que a qualidade sonora da sua primeira canção não deixa nenhum pouco a desejar.

O artista não quer cair no esquecimento (e a gente não acha isso ruim, né?) e encabeça o segundo single com streaming gratuito. “Volvic” é uma deliciosa jornada rumo à grandiosidade da música indie da atualidade. Falar assim não é nada difícil, já que ele está disposto a nos mostrar ainda mais o seu talento com boas doses de riffs de guitarras, percussão acirrada e sintetizadores eletrônicos para não deixar o clima cair.

Ao que tudo indica, ainda ouviremos muitas novidades do Y.O.U ao longo de 2014, quem sabe até o lançamento de um EP ou, para sermos mais otimistas, um disco completo. O que importa mesmo é que agora nós temos uma novidade indie para amar por muito tempo.

LITTLE DRAGON: LET GO


Faltando pouco tempo para o lançamento do disco Nabuma Rubberband, a banda sueca Little Dragon revela mais uma faixa que fará parte da seleção de doze canções inéditas. Depois de conferirmos as ótimas “Klapp Klapp” e “Paris”, eles decidem resgatar um pouco da sonoridade sombria e enigmática em “Let Go”, que na ordem das músicas, encontra-se como canção final do álbum.

O segredo da música foi deixar o clima pop característico da banda para abrir espaço a uma produção densa, melancólica e propícia para que Yukimi Nagano pudesse revelar novamente sua habilidade vocal. Passeando entre o R&B e o synthpop, “Let Go” contempla certa obscuridade em suas bases eletrônicas até a sua evolução, que acontece precisamente no refrão. A composição é mais uma das faixas brilhantes que o quarteto nos apresenta, deixando aquele gostinho de curiosidade sobre como serão as demais canções.

O disco Nabuma Rubberband tem data marcada para ser lançado em 13 de maio pela Seven Four/Republic Records.