sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Silva: Marina no Ar


Para comemorar o aniversário do letrista, produtor, curador, jornalista, escritor, roteirista de músicas, Nelson Motta, diversos artistas regravaram os grandes clássicos do artista em versões especiais para a compilação Nelson 70, que foi lançada no último dia 29 pela Som Livre. Entre os cantores que prestaram sua homenagem está o capixaba SILVA, que decidiu colocar o tom de sua produção na faixa “Marina no Ar”.

SILVA é conhecido pela sua produção peculiar, marcada por batidas eletrônicas e sintetizadas que passeiam entre a música pop e a MPB de uma nova geração. O que acontece em “Marina no Ar” é a fusão de suas raízes com a melodia de Nelson Motta, resultando em uma das melhores canções da coletânea.



A canção data de 1986 na companhia de Guilherme Arantes para homenagear a amiga Marina Lima, uma espécie de transformação da vida em clima pop. O álbum Nelson 70 ainda conta com as participações de Marisa Monte, Lenine, Fernanda Takai, Céu, Gaby Amarantos, Ed Motta e muitos outros.

Em tempo, SILVA divulgou recentemente uma apresentação ao vivo de três canções do disco Vista Pro Mar, são elas “Vista Pro Mar”, “Entardecer” e “Janeiro”, filmado no Sesc Belenzinho e no Auditório do Ibirapuera.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Belle and Sebastian: The Party Line


Depois de quatro anos sem nenhuma novidade, o Belle and Sebastian volta às atividades para lançar o álbum Girls In Peacetime Want to Dance, o nono registro de canções inéditas produzido por Ben H. Allen III – que já trabalhou com artistas como Cee-Lo Green, Washed Out e Youth Lagoon. Como presente, a banda acaba de revelar a faixa “The Party Line”, primeira canção de prévia da nova fase.

Para justificar o título da canção, “The Party Line” é um indie pop ensolarado, marcado por batidas groove e riffs de guitarras e baixo. O clima da canção é dançante e traz novos ares à discografia do Belle and Sebastian, que parece cada vez mais preocupado em atingir novos públicos através da sonoridade cativante. A produção combina sintetizadores eletrônicos, clima tropical e os vocais irresistíveis de Stuart Murdoch.

O disco Girls In Peacetime Want to Dance será lançado somente no dia 20 de janeiro através do selo Matador Records. Até lá, outras novidades sobre a banda devem surgir.

Billie Black: This Simple Pleasure (feat. Mura Masa)


A inglesa Billie Black ainda é uma estudante de música, mas o seu talento vai além de qualquer teoria. Depois de testar o single “I Waited For You” e “I Don’t Need Another Lover”, a cantora de apenas 19 anos de idade entrou para a lista de apostas de inúmeros sites e blogs de música pelo mundo. Passeando entre o R&B e a música eletrônica, ela prepara o EP 000 100 para o mês de novembro.

Dentre as canções que estarão presentes no registro, “This Simple Pleasure” é a canção que melhor discute com a proposta minimalista e eletrônica que vem ganhando popularidade na música de hoje. Batidas sintetizadas à lá Disclosure, vocais recortados e aquela atmosfera house noventista são algumas pistas do que Billie Black vai testar em sua estreia. A faixa traz a colaboração do rapper e produtor prodígio Mura Masa, de apenas 17 anos.



Enquanto isso, a cantora revelou recentemente o videoclipe para “I Don’t Need Another Lover”, que teve a direção de Alex Brown, em uma estética preta e branca deliciosa. O EP de Billie tem previsão para lançar em 03 de novembro.

Liv: Come A Little Closer / Special


A cantora britânica Liv pode agradar aqueles que apreciam o R&B da década de 1990. Isso porque a moça vem compartilhando suas canções em uma página no Soundcloud de forma independente (por pouco tempo, claro!). Influenciada pela música soul e eletrônica no melhor estilo chill-out, ela vai conquistar o seu coração com pouco.

A faixa de estreia chama-se “Come A Little Closer”, um pop eletrônico de batidas hip hop e R&B que evidenciam o seu universo através de letras e voz sensual. A sonoridade de Liv pode ser facilmente comparada com Kylie Minogue no auge da era Body Language. A produção vem para nos apresentar o lado dançante da moça, fortemente inspirado pelo clima urban dos anos 90.



Já em “Special”, a calmaria abre portas para uma composição exuberante, marcada por batidas delicadas e acompanhada de um violão melódico, sintetizadores eletrônicos e flashes irresistíveis que lembram uma bossa nova revisitada.

Ainda não há muitas informações sobre o futuro de Liv, por enquanto as canções estão sendo compartilhadas em sua página no Soundcloud.

Marlene: I Do This For You


Há pouco mais de um ano, a sueca Marlene colocava o seu single de estreia à prova para os quatro cantos do mundo. O que ninguém esperava era que sua música sofresse uma espécie de transformação, resultando na imagem de uma poderosa cantora da atualidade. Com o lançamento do EP Indian Summer, a cantora vai além e transforma a música pop convencional em uma experiência única.

A canção “I Do This For You”, recente single extraído do EP, comprova o que já desconfiávamos há algum tempo: Marlene tem tudo para ser a sua próxima cantora pop favorita e, para isso acontecer, é questão de tempo. A faixa é um pop mid-tempo marcado por batidas R&B, riffs de baixo e bases eletrônicas sintetizadas. Para declarar o seu amor, a moça evidencia o seu potencial vocal e se mostra cada vez melhor.

O videoclipe da faixa foi dirigido por Oskar Sikow & Andreas Öhman. Já o EP Indian Summer foi lançado em maio deste ano e já nos apresentou os singles “Indian Summer”, “Stay Awake” e “Bon Voyage”.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Shamir: On The Regular


Depois de apresentar o EP de estreia Northtown, do single “Sometimes A Man”, o artista novato Shamir retorna com novidades para os nossos ouvidos. Investindo cada vez mais na disco pop eletrônica com rimas bem colocadas, ele evidencia suas inspirações noventistas com a faixa “On The Regular” – primeira amostra do seu trabalho após contrato assinado com a XL Records.

O clima dançante conferido em sua chegada se mostra evidente nesta nova canção, porém traz o clima sintetizado e borbulhante das grandes pistas de dança para falar de assuntos sobre o seu cotidiano – característica marcante de suas composições. “On The Regular” surge com o videoclipe dirigido por Anthony Sylvester, que trabalhou no videoclipe anterior do prodígio.

Segundo rumores, a faixa faz parte de um novo EP do artista, que deve ser revelado em poucas semanas.

Chløë Black: 27 Club


A artista Chløë Black é uma nômade autêntica. Seu currículo explora o que há de melhor em Paris, Los Angeles, Austrália e, atualmente, Londres. Sua música surge em uma época marcada pela superficialidade e pelo desejo monótono de aparecer através de temas incomuns, como a morte e melancolia. Engana-se quem pensa (ou chega a compará-la) como uma vertente de Lana Del Rey, o assunto aqui vai além.

Sua canção de estreia, “27 Club”, é uma espécie de hino de uma geração de artistas marcados por sua genialidade e talento, mas que infelizmente morreram ao completar 27 anos de idade. Chløë Black buscou expressar, através de batidas R&B sintetizadas e vocais absurdamente incríveis, o seu desejo de estar no meio destes artistas. Parece macabro, não? O que importa é que a música é uma das novidades mais deliciosas de 2014 e insere a novata em nossa lista de artistas para ficar de olho em 2015.



A cantora não deu mais detalhes sobre o seu futuro, nem mesmo sobre um novo lançamento. Enquanto estes detalhes não são divulgados, acompanhe os passos de Chløë Black também pelo Facebook.